Luanda, 13 de Abril 2014. A câmara de gás continua! Há 9 dias e noites que o banco millennium nos gaseia. SOS UNICEF, CRIANÇAS NA MORTE! O monstro gerador do banco millennium, na rua rei Katyavala, mata com o fumo e o barulho. Dormir não! Pobres crianças, e idosos, que precocemente morrerão cancerosos, vítimas do neocolonialismo. Este petróleo por onde passa deixa um cortejo de cadáveres. Quem promove tumultos, o descalabro social e manifestações de rua? Quem é?! E o terreno foi espoliado.

sábado, 9 de Fevereiro de 2013

Angola. Todos os dias há violência gratuita e bárbara contra cidadãos, como se não tivessem direitos, os mais elementares direitos.


O que se passa é que fiquei profundamente indignado com as imagens apresentadas nas redes sociais da violência contra duas mulheres (creio que zungueiras) praticada por dois vândalos, num armazém de Luanda.

Justino Pinto de Andrade
Presidente do BD – Bloco Democrático

Há dias, fomos também surpreendidos com as imagens de tortura contra um preso na Cadeia de Viana, da autoria de polícias. Todos os dias há violência gratuita e bárbara contra cidadãos, como se não tivessem direitos, os mais elementares direitos. Agora, fruto da exposição a que as referidas imagens tiveram direito, ouvimos manifestações de repúdio por parte do Procurador de Justiça, Paulo Tchipilica, e até mesmo por parte do Governador de Luanda, Bento Bento. A questão que eu coloco é a seguinte: dá para acreditar na manifestar de "pesar" exibida por estes dois responsáveis, quando nunca se ouve a sua voz de protesto, quando se agridem pessoas na rua, se molestam os manifestantes de forma bárbara. Quando é que o Procurador de Justiça e o Governador de Luanda se manifestaram consternados com a agressão que sofreu, por exemplo, o Dr. Filomeno Vierira Lopes? E será que alguém os ouviu mostrar consternação pelo desaparecimento do Isaías Cassule e o Alves Kamulingui? É tudo "conversa para boi dormir"... A minha mãe dizia que isso "são lágrimas de crocodilo". Não dá para levar a sério...

Sem comentários: